ROSARIO

17.33°
Minha viagem
Procurar

24 horas

Vai ficar só um dia em Rosário? É suficiente para começar a conhecer a cidade.

Ler mais

48 horas

Onde ir e o que fazer para conhecer a cidade e se divertir em visitas de dois dias?

Ler mais

72 horas

Três dias são suficientes para percorrer as atrações mais emblemáticas de Rosário.

Ler mais
Inicio /Rosario en / 48 horas

48 horas

Onde ir e o que fazer para conhecer a cidade e se divertir em visitas de dois dias?

DIA 1

1. Centro histórico
De manhã, aconselhamos percorrer o centro histórico para conhecer os prédios que rodeiam a praça 25 de Maio. Vale a pena entrar na Basílica Nuestra Señora del Rosario. A poucos passos se encontram o Palácio Municipal e o Palácio de Correios. Depois, entre no Museu Municipal de Arte Decorativa Firma e Odilo Estévez; o percurso dura, aproximadamente, uma hora.

2. Monumento à Bandeira
Entre a Basílica e o Palácio Municipal você já terá percebido a Passagem Juramento, uma ampla esplanada que conecta a praça 25 de Maio com o Monumento Nacional à Bandeira. Entre nela para percorrer o Monumento, tire algumas fotos e suba na torre para tirar mais fotos, mas dessa vez olhando a cidade e o rio Paraná desde 70 metros de altura.

3. Costa (orla ribeirinha cêntrica, Puerto Norte, La Florida e Costa Alta)
Por volta das 11h, será o momento ideal para iniciar o trajeto que bordeja o rio Paraná. Se você gosta de caminhar, continue pela orla até o Boulevard Oroño, onde se encontra o Museu de Arte Contemporânea de Rosário (Macro). 

De carro ou de bicicleta pode ir mais longe, fazendo paradas em várias atrações ao longo de 11 quilômetros até o mirante de Costa Alta. O trajeto inclui três etapas. A primeira vai desde o Monumento até Puerto Norte: aproximadamente 4 quilômetros que atravessam espaços verdes intercalados por lugares como o Parque da Espanha, a Ilha dos Inventos, feiras de artesanatos nos finais de semana, o Museu de Arte Contemporânea de Rosário (Macro) e o Barquinho de Papel, com parada de descanso no passeio público da costa Puerto Norte.

Uma segunda etapa passa pelo Gigante de Arroyito (estádio do clube de futebol Rosário Central), o Aquário Municipal e os espaços verdes do Parque Alem. A etapa final atravessa clubes náuticos do passeio da orla ribeirinha. Depois de uma parada nos clássicos bares da Rambla Catalunya ou nas areias de La Florida, já falta pouco para chegarmos ao mirante de Costa Alta e podermos curtir o pôr-do-sol apreciando a arquitetura da ponte Rosário-Vitória.

SEGUNDO DIA 

1. Bulevar Oroño
Você pode começar a manhã do segundo dia caminhando pelo Bulevar Oroño. Desde sua interseção com o rio, ao longo de uns 20 quarteirões, o bulevar o conduz entre residências de interessante arquitetura e pequenas praças com palmeiras, antigos bancos de praça e faróis.

2. Parque da Independência e museus
Você vai chegar ao tradicional Parque da Independência, um enorme espaço verde no coração de Rosário. O setor mais concorrido é o que bordeja um lago artificial onde é possível alugar botes movidos a pedal durante o dia e, de noite, observar o espetáculo das Águas Dançantes. A poucos metros está a entrada do Jardim das Crianças, um lugar imperdível para famílias com crianças; e um pouco mais longe, o Colosso do Parque, nome utilizado para se referir ao estádio do clube Newells Old Boys.

Ao meio-dia, uma boa pedida é entrar no bar-restaurante do pequeno lago, almoçar rapidinho e aproveitar o WiFi para verificar quais amostras estão sendo exibidas nos museus que ficam por perto. A poucos passos, se encontram o Museu Municipal de Belas Artes “Juan B. Castagnino”, o Museu Histórico Provincial “Julio Marc” e o Museu da Cidade. Dica: visitar pelo menos o museu Castagnino, um dos museus mais importantes do interior do país.

3. Avenida Pellegrini (sorvetes, sanduíche “carlito”, cerveja artesanal)
De tardinha, saia caminhando do Parque da Independência e pegue a Avenida Pellegrini, um tradicional circuito gastronômico que inclui um grande número de sorveterias, bares e restaurantes. Experimente um sorvete! Não esqueça que Rosário é a Capital Nacional do Sorvete Artesanal.

Além disso, especialmente no trajeto de dez quarteirões entre as ruas Dorrego e Sarmiento (chamado Passeio Pellegrini), aconselhamos entrar num bar e experimentar o sanduíche Carlito, o clássico sanduíche rosarino, e aproveitar o happy hour para degustar algumas das deliciosas cervejas artesanais da cidade.

MAPA
Também pode interessar a você
Museo de Arte Decorativo...

En pleno casco histórico de la ciudad, este museo exhibe una colección de...

LEER MÁS
Museo de Bellas Artes Juan...

Se alza en una esquina aledaña al Parque de la Independencia y es uno de los...

LEER MÁS
Museo de Arte...

Este museo se abrió lugar en antiguos silos cerealeros que formaban parte de...

LEER MÁS
Museo de la Ciudad

Este museo alberga una síntesis de los procesos políticos, culturales,...

LEER MÁS
Museo Histórico Provincial...

En el corazón del Parque de la Independencia, este museo reúne 38 salas con...

LEER MÁS